Traduza / Translate / Translation, Selecione seu Idioma aqui!

AQUI TEM MAIS

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Reflexão "A vela e a Brasa"

video
Amados irmãos temos enfrantados nos dias atuais diversas dificuldades, na aréa financeira emocional e física, e não podemos ser igual a uma vela, que com qualquer vento se apaga e para, pois os ventos contrário que sopram em nossas vidas, não nos amendrontará, pois somos igual a um avião que só pegará velocidade quando o vento contrário soprar mais intensamente, não sejas uma vela, mas sejas como uma brasa quanto mais o vento sopra mais a brasa acende, mantenha acesa a chama da esperança em sua vida,não deixem que problema algum ti faça desistir dos seus sonhos e objetivos. Sou prova particular de Deus que tudo que você hoje enfrenta é apenas um aprendizado, para um futuro de milagres e muita ousadia, amanhã serás simplesmente o espelho que alguém vai olhar e dizer: 
"Você é o espelho que reflete a imagem do Senhor"


Conferêncista Tenório Cavalcanti

Laodicéia a Igreja Rica

http://3.bp.blogspot.com/-aw9OQ7AEg04/VCdXkoiJa6I/AAAAAAAAXsw/ItrR4eDmGGY/s1600/

Laodicéia era uma cidade rica da Ásia menor (atual Turquia), fundada por Antioco II em aproximadamente 250 a.C., era situada ao lado sul de uma das grandes estradas comerciais

da Ásia menor, localizava se nela o encontro de três grandes estradas comerciais, por isto tinha sua prosperidade garantida. Era também um importante centro bancário, foi ali que Cícero viajando para assumir o governo da província da Cicília em 51 a. C., sacou suas ordens de pagamento, tais bancos financiaram a reconstrução da cidade depois de um terremoto que a destruiu em 60 d. C.; nesta época, Laodicéia de tão rica que era recusou por orgulho uma verba especial votada e liberada pelo senado romano para sua reconstrução, não precisada realmente de coisa alguma. Muitas atividades e produtos faziam Laodicéia famosa, dentre elas se destacam, a lã negra e lustrosa produzida no vale do Lico da qual eram
produzidos finas capas e tapetes, ela tinha também uma ótima escola de medicina, uma industria de colírios, famosas águas mornas carregadas de sódio que vinham da vizinha
Hierápolis eram impossíveis de beber sem causar vomito, e outras. Sob o imperador Diocleciano foi elevada a situação de capital da província da Frigia.




Interpretação:


14  - E ao anjo da igreja que está em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a
testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus:


FIEL - Nesta carta Jesus se autodenomina deste modo, isto serve para contrastar com a infidelidade desta igreja. Apesar daquela comunidade não ser fiel, Deus estava dizendo que

Ele era.



15 Eu conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio 
ou quente!



16 - Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar te ei da minha
boca.



MORNA - Morna é a condição da igreja que vive em harmonia com o mundo, assemelhasse em comportamento com as pessoas ímpias ao seu redor; professa o cristianismo, mas, na verdade é miserável na fé. Assim como suas águas eméticas eram recusadas como nojo até por viajantes sedentos, o Senhor recusava Laodicéia com o mesmo nojo, e usava a imagem destas águas para que pudessem entender.



17 - Como dizes: Rico eu sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não 
sabes que tu és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu;



GANANCIOSA E ORGULHOSA – No comentário sobre a cidade, já lemos sobre seu contexto econômico e cultural. Laodicéia era uma cidade mergulhada na ganância e na comodidade, imaginava que possuía riquezas espirituais e virtudes cristãs, e isto a cegava para o entendimento da doutrina cristã que é simples. Mas como poderiam ser pobres se eram ricos, cegos se tinham o melhor colírio e nus se produziam tecidos finíssimos? 
Todo cristão que diz: eu não preciso de coisa alguma, engana se gravemente, pois todos somos miseráveis sem Jesus na retaguarda, precisamos Dele em todos os sentidos. Deus é nossa fonte de fé, de graça, de sabedoria, de amor, precisamos do Seu amor, da Sua proteção, do Seu espírito, da comunhão com os irmãos, etc. Este mesmo sentimento de auto suficiência foi o principio da queda de satanás, e busca la foi o principio da queda do homem. 

Tinham tudo e não tinham nada eram miseráveis, pobres, cegos e nus.



18 - Eu te aconselho que de mim compres ouro provado no fogo, para que te 
enriqueças; e roupas brancas, para que te vistas, e não apareça a vergonha da 
tua nudez; e para ungires os teus olhos com colírio, para que vejas.



Laodicéia tinha em abundancia cada produto citado aqui: ouro, finos tecidos e colírio, mas o que o Senhor quis dizer com “de mim compres” é que não se tratava dos produtos da cidade,pois estes eles já tinham, mas de ouro, roupas e colírio do Senhor. No versículo anterior o Senhor os chamava de pobres cegos e nus, e para estes Ele diziam eu tenho ouro para vossa pobreza, colírio para vossa cegueira, e roupas para sua nudez. Estes produtos que o Senhor oferece é de graça, são comprados com a prática da fé. Os produtos de Laodicéia não traziam a verdadeira riqueza.

19  - Eu repreendo e castigo a todos quantos eu amo; sê pois zeloso, e 
arrepende-te.

Misericordioso que é o Senhor repreende seus filhos para que não os perca, e este pedido de arrependimento vem após o conselho sobre como proceder corretamente. Ele diz vou
castiga los, para que se voltem a mim, arrependam-se. Isto também denota que Deus castiga o homem com pesar. Todavia notese que a repreensão vem antes do castigo, se não há uma resposta do homem à repreensão divina, certamente virá o castigo.

20 - Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, 
eu entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.



Esta frase para mim é triste, Cristo é mal quisto, mas, Ele esta sempre pronto a ser aceito novamente, o pecador que se arrepende tem livre acesso à Cristo que sempre rejeitou. 
O povo da rica cidade de Laodicéia sentindo-se bem materialmente e farto, não sente necessidade de Jesus e trocou-o por conforto ecomodidade. 

Mas o Senhor esta dizendo “estou aqui a vossa disposição, se me procurarem terei prazer em vocês novamente, cearei
convosco”, talvez até esta ceia refira-se à ceia das bodas do cordeiro.



21 - Ao que vencer eu lhe concederei que se assente comigo no meu trono; 
assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono.



Para cada igreja há uma promessa distinta; esta promessa de certo vem ao encontro do interesse deste povo, para Laodicéia o senhor promete que o vencedor (aquele que guardar seus preceitos) sentar-se-á num trono. 

Pensando na população rica de uma cidade, isto poderia vir ao encontro de cada um, mas este trono não era nos padrões humanos, e sim nos celestiais; o que esta sentado nele é um soberano rico mas humilde, poderoso mas amoroso, reto e justo.

Conferencista Tenório Cavalcanti


CONVOCANDO ÁS LÂMPADAS!

CONVOCAMOS A NOVA GERAÇÃO, PARA SERMOS LÂMPADAS DESTA NAÇÃO, E DECLARO QUE O MEU CORAÇÃO ESTAR SALTANDO DE ALEGRIA POIS SINTO, QUE CHEGOU A NOSSA VEZ, MESMO QUE AO OLHAR HUMANO NÃO PASSAMOS DE SONHADORES!